Autorizamos a publicaçao do conteúdo dessa página, desde que mantido a fonte e o autor

CHICO MENDES, NUNCA MORRE...




 

 

Chico mendes nunca morre...

(Rivaldo R.Ribeiro)
Chico Mendes foi assassinado no dia 22 de dezembro do ano 1988, o fazendeiro Darly Alves da Silva e seu filho Darcy Alves Pereira, foram julgados e condenados em 1990 a 19 anos de prisão pela sua morte.

Um homem que já compreendia a importância da Amazônia, como a maior biodiversidade do planeta, e por causa da sua luta para preservar a floresta, houve quem o combatia, foi jurado de morte por diversas vezes, e mesmo assim continuou numa luta que seria impossível de vencer, pois os inimigos eram poderosos e covardes, mas nunca se entregou. Acreditava na sua missão, pois era um homem digno, honrado, nunca iria igualar-se a alguns políticos de plantão, que sempre colocam como prioridade vantagens financeiras, pouco se importando com o povo, seus costumes, e com a pátria.

Hoje o mundo discute sobre o aquecimento global, os homens estão temerosos quanto ao futuro do planeta, e se não ouvirem os sábios não vai haver solução para esse problema. O planeta se tornará inóspito a vida, e possivelmente muitas espécies serão extintas, inclusive o próprio homem.

Chico Mendes como todo homem que possui a luz da humanidade, e sabe dessa responsabilidade, era um homem simples, de fala mansa, ponderado, bom caráter, mas com um carisma envolvente, e sua força ecoava dentro da alma do seu povo.

Francisco Alves Mendes Filho, xará do patrono da ecologia São Francisco de Assis, também tinha a índole de pacifista, nasceu em um seringal de Xapuri no Estado ao Acre em 15 de dezembro de 1944, e no dia 22 de dezembro de 1988 nos deixou com apenas 44 anos de vida, assassinado covardemente.

Mas o seu nome é conhecido até hoje no mundo todo, como um dos maiores defensores do meio ambiente e da Amazônia.


Clique no Link e saiba mais sobre:

Quem foi Chico Mendes

Chico Mendes. Foto ilustração: internet


Postar um comentário